Daniel2
Daniel Alves é um dos mais fortes e intensos jogadores de lado direito do mundo, ocupando um espaço extraordinário dentro do campo. Veio ao Barcelona no verão de 2008, aos 25 anos, após seis temporadas no Sevilla. Nascido em 6 de maio de 1983, em Juazeiro (na Bahia), Daniel Alves começou a jogar nas categorias de base do Bahia. Aos 18 anos disputou seu primeiro jogo na Série A do Campeonato Brasileiro, sob o comando do ex-jogador do Barça Evaristo de Macedo.

Embora tenha só 1,72m de altura e pese apenas 70kg, Daniel Alves é um jogador muito forte. Ele ocupa uma larga faixa no gramado, é um corredor incansável, capaz de subir e descer pela ala, contribuindo assim regularmente com o ataque sem nunca negligenciar suas tarefas defensivas.

É avançando que ele mais impressiona, sendo um jogador capaz de concluir tanto com o pé esquerdo quanto com o direito. Ele também é um especialista em cobranças de falta, e é famoso pelos bons cruzamentos que efetua para a área.

O Bahia venceu o Paraná por 3 a 0 naquele dia, e Daniel Alves impressionou desde o começo do jogo. Ele sofreu um pênalti e deu uma assistência, levando os torcedores baianos a cantar “ah, ah, ah, Daniel é titular”.

Daniel222
O primeiro título profissional foi o Campeonato Baiano de 2001, seguido pelas Copas do Nordeste de 2001 e 2002. Com isso, foi chamado para a seleção brasileira sub-20 em janeiro de 2003. O Sevilla ficou de olho no lateral e o trouxe por empréstimo.

Satisfeito com as atuações de Daniel, o clube logo adquiriu os direitos permanentes do passe do jogador. No fim de 2003, ele participou da equipe sub-20 do Brasil que ganhou o título mundial da categoria nos Emirados Árabes, batendo a Espanha de Andrés Iniesta, na final, por 1 a 0. Daniel Alves foi escolhido o melhor lateral do torneio.

Também em 2003/2004, ele atuou 29 vezes pelo Sevilla, ajudando o clube a voltar a disputar torneios europeus.

Com o passar do tempo, ele consolidou seu papel tanto como defensor como parte do setor ofensivo do time do Sevilla que foi campeão da Copa da UEFA em 2005/2006. O brasileiro foi escolhido o craque daquela competição e poucos meses depois ajudou o time a derrotar o Barcelona na Supercopa da Europa, disputada em Mônaco.
n sevilla daniel alves 7559
Em 2006/2007, o brasileiro também foi protagonista do Sevilla, que ganhou o
bi da Copa da UEFA, venceu novamente a Supercopa da Europa e ainda levou para casa a Copa do Rei.

Um ano antes de chegar ao Barça, Alves ganhou a Supercopa da Espanha derrotando o Real Madrid. Além disso, disputou pela primeira vez a Liga dos Campeões. O Sevilla caiu nas oitavas de final, para o Fenerbahçe. Em 2007/2008, Daniel Alves jogou 33 vezes no Campeonato Espanhol, sendo o segundo jogador mais utilizado pelo Sevilla na competição, só atrás de Navas.

Considerado um dos melhores laterais do mundo, Daniel chegou ao Barça no verão de 2008. Em sua primeira temporada, participou da incrível campanha do clube, que conquistou o título tríplice. Ele deixou de atuar em pouquíssimos jogos, mas um deles foi a final da Liga dos Campeões, em Roma. Já consolidado como um dos melhores exemplos da tradição brasileira de formar grandes laterais, ele marcou cinco gols em 54 jogos pelo Barcelona em seu ano de estreia.

Barcelona posa triplete
Embora tenha tido alguns problemas de lesão, foi titular em sua segunda temporada, ganhando o segundo título espanhol consecutivo, entre outras taças levantadas. Marcou 3 gols em 29 jogos, e pelo segundo ano seguido fez parte do time do ano da UEFA.

DSCF1745
Em sua terceira temporada no Barça, ganhou três novos títulos: a Supercopa da Espanha, o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões. Ao contrário do jogo de 2009, desta vez ele participou da final em Wembley. Seu contrato com o Barcelona foi renovado até 2015.

Dani Alves22No quarto ano de Barça, mais faixas no peito: a Supercopa da Europa, a Supercopa da Espanha e a Copa do Rei. Foram três gols em 52 jogos, com participação nas seis competições disputadas pelo clube.

Daniel Alves também é presença constante na seleção brasileira desde 2006/2007. Na metade de 2007, o lateral ganhou a Copa América. Dois anos depois, levou o título da Copa das Confederações. Sua primeira Copa do Mundo foi na África do Sul, em 2010, quando o Brasil foi eliminado nas quartas de final pela Holanda.

Na tarde de 27 de Junho, 2016, o lateral brasileiro deixou para trás 8 temporadas com o FC Barcelona e assinou um acordo ligando-o com a Juventus de Turín até 30 de junho de 2018.

cvxdf



Social

instagramtwitterfacebooktencentsina

Newsletters

Se você quiser obter informaçõe pode se inscrever aqui: